segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Para refletir!

Agimos de acordo com nossos medos e é pela fuga do medo que construímos nossa ética. Se somos todos selvagens, estrangeiros uns dos outros ou lobos de nós mesmos, não há qualquer possibilidade de vida tranquila; e, se não vivemos tranquilos, não há esperança e nos protegemos, buscamos abrigo num acordo com os outros. Mas até que ponto esta tranquilidade é realmente possível?
A solução para garantir a segurança à espécie humana foi a criação da sociedade, o estabelecimento de um contrato; mas como entrar em sociedade num mundo de selvagens? Não há qualquer garantia espontânea de que iremos nos manter em acordo por livre escolha. O que queremos é usurpar o outro; nossa ética é a ética da necessidade.



Thomas Hobbes estava enganado ao considerar que a criação de um soberano, materializado na figura de um rei ou de um Estado, seria capaz de nos aliviar o medo ou corrigir nossas condutas. Não, ao contrário: instaura um medo agora burocratizado, um medo que se traveste de segurança. Viramos escravos de uma entidade abstrada chamada governo. Somos peças inertes frente a uma ideia falsa e aniquiladora chamada democracia.
Flavio Tonnetti e Arthur Meucci


6 comentários:

Jack Lins disse...

Concordo. Vivemos muitas vezes aprisionados, com medo de tudo e de todos. Segurança só em Deus.
Grande beijo

Anete disse...

Refletir sempre é muito bom! Vivemos num mundo tão cruel, ainda bem que temos o Deus Soberano, que traz Luz aos nossos dias...
Abração...

✿ chica disse...

Complicam tanto o nosso mundo que todo cuidado é pouco pra não nos deixarmois entrar nessa inda! bjs praianos,chica

Vieira Calado disse...

Olá, boa Hoje vai este poema
http://vieiracalado-poesia.blogspot.pt/2017/01/o-coracao-conhece-o-segredo.html Os meus cumprimentos!

Bell disse...

Tá difícil vencer na sociedade hein?
Vivemos um individualismo grande, uma falta de comunicação e um egocentrismo.
Temos que tomar cuidado para não aderir a tudo isso.
bjokas =)

Brisa Petala disse...

Oi querida
Estamos aprisionados em um holopensene de medo e a maioria das ... e vivemos como parte da Consciência única de Deus, nos libertamos. Um bj