segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Etica e Justiça

A justiça é o fracasso da ética; precisamos recorrer à justiça porque nem sempre somos capazes de agir eticamente. Num mundo em que a conduta ética é predominante não há litígio: a compreensão mútua é a moeda de troca, e o agir é guiado por um bom senso universal, uma razão imperativa que faz com que todos se respeitem em suas múltiplas experiências de encontro com o outro. Se todos se baseiam sobre a justa ação, não há desavença a ser corrigida, não há excesso ou pecado, de modo que os tribunais se tornariam dispensáveis e, se não é preciso tribunal, não são necessárias as leis. Somente invocamos a justiça quando percebemos a injustiça por perto, a nos rondar.
Para que seja realizada a justiça é preciso prever a falência da ética, o abuso de um sobre o outro, a fragilidade, a incoerência da razão no curso da ação, a desgraça congênita que é a marca da condição humana: realizar a justiça é prever um crime!
Flávio Tonnetti e Arthur Meucci


4 comentários:

Anete disse...

Praticar, eis a questão tão importante! A justiça de Deus é sempre pura e certa... Ele é o Sol da Justiça!!
Um abraço, Tetê... E vamos adiante...

✿ chica disse...

Pior é quando nem na justiça vemos a famigerada ética....bjs, chica

xunandinha disse...

Muito bem escrito, só seguindo Jesus e Deus pai a justiça prevalecerá , porque a justiça dos homens da balance por vezes não é a que achamos correta. Beijinhos e um forte abraço, uma semana abençoada

Jack Lins disse...

Boa tarde Tetê
Infelizmente, por aqui nem na justiça vemos ética, como a Chica disse...
Grande beijo