quinta-feira, 29 de maio de 2014

Justo Juiz

Surpreende, impressiona e assusta a facilidade e a naturalidade com que as pessoas julgam e falam mal umas das outras; esquecem facilmente do mandamento divino que diz: “Não dê falso testemunho contra ninguém”. Existem três coisas que não têm mais volta: a oportunidade perdida, a pedra atirada e a palavra falada.



O julgamento cabe a Deus. Uma pessoa que tem o amor de Jesus em seu coração perdoa o próximo, enaltece as qualidades alheias e procura enxergar e ressaltar as coisas boas que o outro faz. Jesus, ao morrer na cruz, deixou para trás todas as nossas maldades e pecados; Ele nos amou do jeito que somos. Por isso neste amor somos impelidos a Evangelizar, falar bem e não falar mal. 
Pe. Marcelo Rossi


4 comentários:

✿ chica disse...

É verdade e pARECE ESTAR CADA VEZ PIOR ESSES FATOS.JULGAMOS, NOS COLOCAMOS DE JULGADORES, COLOCAMOS PESSOAS COMO RÉUS ASSIM COMO TROCAMOS DE ROUPAS. PENA!!

BJS,CHICA (CONTINUO COM O NOTEBOOK "PULADOR",TROCA LETRAS E FAZ O QUE ELE QUER,RS)

Clau disse...

Olá Tetê \o/
Muitas vezes só enxergamos os defeitos das pessoas, e por isso as criticamos e julgamos.
Não devemos esquecer que da mesma forma que julgamos seremos julgados...
Bjs!

Anete disse...

Olá, Tetê!
Mensagem muito boa, devemos amar como Jesus e perdoar sempre...
Bom fim de semana...
Beijos

Anne Lieri disse...

Com certeza precisamos aprender a ouvir mais e falar menos! Um texto muito verdadeiro! bjs,