domingo, 16 de março de 2014

Colorindo a semana

Hoje é dia de colorir a semana e, dessa vez, 
o tema é ESPALHAR AMOR.


O amor é a motivação mais essencial em tudo o que realizamos e se expressa de infinitas maneiras: é importante descobrir o nosso jeito de amar, sem esquecer que o amor começa dentro de nós mesmos e vai fluindo em todas as direções e preenchendo tudo ao nosso redor.


Quando o assunto é amor, depois do amor de Deus (inegável por todos nós), lembramos do amor de mãe! Já vi casos de mãe que estraga o filho de tanto amor! Mas, atualmente e, infelizmente, o que tenho mais visto é falta de amor materno...
A primeira referência de uma criança é a mãe que estabelece com ela uma convivência mais íntima. Essa função está sendo cada vez mais delegada a outras pessoas que nem sempre tem amor pela criança e/ou não estão preparadas para educar os pequenos. Esse despreparo, surge muitas vezes em palavras ditas aos pequenos e causa enorme impacto na formação da identidade e personalidade de nossas crianças.


Dr. Marcelo Reibscheid, pediatra, orienta sobre o que não dizer para as crianças:

#não rotule seu filho de pestinha, chato, lerdo ou outro adjetivo agressivo, mesmo que de brincadeira;
#não diga só “sim”. Os “nãos” e “porquês” fazem parte da relação de amizade;
#não pergunte à criança se ela quer fazer uma atividade obrigatória ou ir a um evento indispensável: diga apenas que agora é a hora de fazer;
#não engane dizendo que a injeção não vai doer, porque vai: diga que será rápido;
#um sonho ruim: não diga que foi apenas um pesadelo e mande voltar para cama... Acalme a criança e leve-o para cama fazendo companhia até ela dormir;
#não mande a criança parar de chorar: pergunte o motivo do choro e ensine a lidar com as emoções;
#nunca afirme que vai embora se não for obedecida: ameaças e chantagens não são saudáveis;
#não minta e nem diga palavrões: todos os comportamentos são aprendidos e repetidos.
Uma criança que cresce num ambiente saudável será um adulto equilibrado e feliz. Vamos espalhar amor!

E, enquanto preparava o post, me lembrei de um bolo que minha avó sempre fazia e que há muuuuuito tempo eu não como: Amor em Pedaços


Ingredientes para a massa: 2 copos de leite; 3 ovos inteiros; 2 colheres de manteiga; 2 copos de açúcar; 4 copos de farinha de trigo; 2 colheres de fermento em pó
Ingredientes para o recheio: 100g de coco ralado; 4 xícaras de açúcar; 2 gemas

Modo de preparo do recheio: Em uma panela, junte todos os ingredientes e leve ao fogo mexendo sem parar, para evitar que agarre no fundo da panela. Reserve.
Modo de preparo da massa: junte no liquidificador o leite, os ovos, a manteiga, o açúcar, a farinha e o fermento em pó e bata durante cinco minutos.


Unte um tabuleiro com manteiga e despeje metade da massa. Coloque o tabuleiro no forno por 10 minutos, para a massa secar. Sem seguida, espalhe o recheio. Cubra o recheio com o restante da massa e leve ao forno por 20 minutos. Quando estiver corado, retire e deixe esfriar. Corte os pedaços e passe no açúcar refinado. 


11 comentários:

Ane disse...

Oi Tetê!Por aqui tudo bem e por aí??Adorei seu post,vc lembrou bem da maneira correta de educar uma criança,a gente ver cada coisa hoje em dia,meninas de menos de 15 anos grávidas,meninos que não respeitam ninguém e falam palavrões,drogas e por aí vai...Começamos a espalhar amor quando educamos os filhos corretamente.Gostei!Beijocas!

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Que bom começar a semana com uma postagem tão deliciosa, Tetê
Gostei demais!
Vou tentar fazer o bolo e depois volto para contar como ficou
Te desejo uma semana repleta de cores e muito amor
Beijinhos de
Verena e Bichinhos

Anne Lieri disse...

Nossa Tetê,que receita facil e deve ficar delicioso! Coisas de amor de vó!...rss...linda sua participação e como precisamos saber falar com as crianças! Não só os pais, mas professoras tb! bjs e ótima semana pra vc,

Mira disse...

Tetê, infelizmente a realidade é
essa, crianças sem amor, sem regras,
é triste, minha avó criou-me até
aos 13 anos, que saudade do carinho
dela,beijos amiga, boa semana

✿ chica disse...

Que beleza de post e participação! Lembraste bem!! E além do texto, o bolo com esse nome. Tudo de bom,né? bjs.,chica e linda semana!

pensandoemfamilia disse...

Muito bom, até com receita.
Parabéns

Ailime disse...

Boa noite Tetê, o amor assim se vai desdobrando, criando raízes que se vão ramificando e que perdurarão para sempre no coração! Adorei a sua participação! O bolo já anotei a receita! Só o nome vale por si e vindo da avó só pode saber a amor! Um beijinho e excelente semana alegre, colorida e recheada de amor. Ailime

Clau disse...

Bom dia Tetê :)
O mundo está transbordando de sofrimento e tristeza, então, o ato de espalhar amor torna tudo mais suave...
Gostei muito dessas dicas do pediatra sobre o que não dizer às crianças.
Essas orientações não tem sido colocadas em prática, por muitos pais, o que é uma pena.
Amei a receita do 'amor em pedaços'!!
Uma ótima semana.
Bjs!

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Tet~e
Bolo de liquidificador? To dentro... rs...
Fiz um de milho com leite condensado no fim de semana que ficou show... Vou tentar o seu a qualquer hora...
Bjm fraterno e quaresmal

Maria Luiza disse...

Tetê, não entendi direito isso: "
Unte um tabuleiro com manteiga e despeje metade da massa. Coloque o tabuleiro no forno por 10 minutos, para a massa secar. Como secar? O que é secar? Até assar, vc quer dizer? Me explique! Maneira diferente e eu quero aprender! Os cuidados com as crianças devem prevalecer sempre na observação da mãe para ela não ter surpresas depois, né? Linda postagem! Um abração!

Carlos Hamilton disse...

Oi Tetê, precisamos de mais amor.
Não de palavras de amor, pois de palavras já estamos cheios, mas precisamos de ação de amor.
Ótima semana para ti.

Abraços