sábado, 14 de fevereiro de 2015

É carnaval!

O Carnaval brasileiro é descendente do “entrudo” português. O dicionário diz que entrudar significa molhar com água, empoar de goma ou talcos, e a farra era esta mesmo. No século 17, os foliões se armavam de baldes e latas cheias de água e todos acabavam molhados. Até Dom Pedro II se divertia jogando água nos nobres. Acontecia antes do início da Quaresma e durava três dias, do domingo até a terça-feira gorda. Com o passar dos anos, a brincadeira foi ficando mais agressiva: água suja, farinha e talco lambuzavam as roupas dos brincalhões; limões, laranjas e ovos eram atirados em quem estivesse na rua e logo surgiu uma lei proibindo o entrudo. Em 1854, um chefe de polícia do Rio de Janeiro (RJ) determinou que a partir daquela data o entrudo tinha de “ser seco para não estragar as roupas mais custosas e cuidadas e não provocar desordens e confusão”. O entrudo à seco se transformou no Carnaval.


O primeiro grito de carnaval oficial de rua no Brasil foi realizado em 1884, em Salvador (BA). No início era uma imitação do carnaval de Veneza, com todo luxo que o desenvolvimento da cidade baiana, na época, permitia. Já em Pernambuco, o carnaval “freve”! Um dos mais populares ritmos do Brasil, grudado no DNA do povo pernambucano, faz o sangue de milhões de foliões ferver oufrever”, verbo que deu origem ao frevo. Numa adaptação em bom “pernambucanês” o termo ferver virou a designação de um dos ritmos mais fascinantes da música popular brasileira. 
Guia dos Curiosos


10 comentários:

Anete disse...

Oi Tetê ...
Bom descanso por aí...

Beijos e abraços...

Gostei da sua Ciranda, obrigada!

ღ Magda ღ disse...

Vim conhecer seu espaço e desejar um ótimo carnaval!
Voltarei mais vezes!
Beijos.

Ane disse...

Oi Tetê! Gostei da história do carnaval,é bom saber mais de nossa cultura.Aí em Araruama deve tá fervendo de gente,em? Bjos nas bochechas!

Beatriz Paulistana disse...

Boa tarde amiga Tete!
Adorei a aula!
Tenha um ótimo feriado!
Bjokas da Bia! ♡

✿ chica disse...

Bom feriadão pra ti ,aqui, bem longe do agito,rs bjs, chica

Toninho disse...

Um belo histórico desta festa, que em muitos lugares perdeu a graça.
Outras ela se transforma em festa de poucos com ricos camarotes, o que era do povo, se restringe.
Mas há alegria e liberação de censura e desta os exageros e a violência.
Um bom descanso Tetê e bom fim de semana a vocês.
Meu terno abraço amiga.

Lucinha disse...

Tetê,

Bom feriado de carnaval.
Mesmo não gostando de carnaval, sinto saudade do calor humano dessa época. Coisa que só brasileiro tem. Rs
Beijos

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Tetê
Bom descanso pra vc!!!
Bjm fraternal

Nal Pontes disse...

Não curto o carnaval, mas peço a Deus que termine bem para todos. Bjs

Clau disse...

Oi Tetê,
Eu não conhecia essa curiosidade
sobre o 'entrudo'!rs
Quanto ao frevo,acho muito bonito,
não é à toa que se tornou um patrimônio cultural da humanidade.
Bjs!