domingo, 20 de julho de 2014

Não fique borocoxô: se puder, ajude!

Domingo é dia de brincar com a Anne e a Chica, 
e começar a semana em alto astral.

A Chica nos deu a palavra BOROCOXÔ.

Graças a Deus o sol, hoje, já deu as caras!


Na Anne, dessa vez, o tema é CABELOS.

Os cabelos são a parte do corpo à qual a maioria das mulheres mais se dedica, sempre buscando os melhores produtos, os cortes mais adequados e os tratamentos mais modernos. Toda essa vaidade existe porque os cabelos ajudam a desenhar o formato do rosto e, dependendo do tipo, podem deixar com uma aparência mais leve, mais jovem ou até mais magra. Por todas essas razões, perder os cabelos por causa de doenças autoimunes, de efeitos colaterais no tratamento contra o câncer ou mesmo por acidentes, mexe muito com a autoestima das mulheres.
Além da própria luta contra a doença, que é um processo muito difícil, a perda dos fios afeta o lado psicológico, que também é muito importante e faz a diferença no processo de cura. Por isso, muitas vezes o uso de uma peruca pode fazer a diferença, fazendo com que essas mulheres se sintam mais bonitas e confiantes e, assim, enfrentem melhor o tratamento.
Para ajudar todas essas mulheres com a criação de perucas para quem perdeu os cabelos, algumas instituições beneficentes trabalham recebendo doações, que acontecem graças às ações nobres de algumas pessoas que resolvem se desapegar dos seus fios e oferecê-los a quem precisa. As doações acontecem de forma voluntária e estão se proliferando cada vez mais. E se os cabelos fazem bem para quem os recebe, certamente também fazem bem a quem os doa.


Requisitos para doar: o cabelo precisa ter, no mínimo, 10 centímetros; não há restrição em relação à cor ou tipo de cabelo, mas, quanto mais natural, melhor; fios muito descoloridos ou com dreads geralmente não são aceitos, pois a fragilidade deles impede que sejam presos à base da prótese de forma correta; a dica da fundação Laço Rosa é avisar ao seu cabeleireiro que quer cortar para doar e pedir que ele separe com um elástico a ponta da raiz; nunca deixe os fios cortados tocarem o chão.
Os cabelos podem ser entregues pessoalmente ou até mesmo enviadas pelos Correios. Nesse caso, deve ser usado um saco plástico e os fios precisam estar secos. Entre em contato antes para saber a melhor forma de proceder.

Onde doar:
No Rio de Janeiro: Banco de Perucas Laço Rosa - Rua Desembargador Isidro, 18, Sala 910, Tijuca, Rio de Janeiro, Cep 20521-160. Telefone: (21) 7974-8504
Em São Paulo: ONG Cabelegria - Avenida Parada Pinto, 3420, Bl. 06, Ap. 33, Vila Nova Cachoeirinha, São Paulo, Cep 02611-001. Email: cabelegria@gmail.com
Em Minas Gerais: Instituto Mário Penna - Rua Guaicuí, 20 / 15 andar, Cidade Jardim, Cep 30380-380, Belo Horizonte (MG). Telefone: 0800 039 1441
No Espírito Santo: Associação Feminina de Educação e Combate ao Câncer do Hospital Santa Rita de Cássia - Avenida Marechal Campos, 1579, Santa Cecília, Cep 29043-260, Vitória (ES). Telefone: (27) 3334-8058
No Pará: ONG dos Ribeirinhos Vítimas de Acidente Motor (Orvam) - Avenida João Paulo II, Lote 134, Castanheira, Cep 66645-240, Belém (PA). Telefone: (91)3231-1177. Email:contato@orvam.ogr.br

Fonte: www.mulher.com.br


17 comentários:

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Tetê
Feliz dia do amigo!!!
Eu também por isso caminho logo... xô tristeza!
Curioso o post do cabelo, bem legal!!!
Bjm fraterno de paz e bem

Ane disse...

Adorei seu post Tetê!Muito bem lembrado a doação de madeixas de cabelos,tem umas pessoas lá no hospital que fizeram esta doação e realmente um cabelo bonito levanta qualquer astral! Sol levanta o animo,né? Então o desafio é não ficar borocoxô quando está chovendo...Bjocas!

Ane disse...

Feliz dia do amigo pra vc também!!

Clau disse...

Olá Tetê :)
Um post de utilidade pública, parabéns, ficou ótima sua participação na semana colorida!
E na frase da Chica, vc como sempre foi muito criativa.
Estou 'borocoxô' nesses últimos dias pois uma das minhas irmãs está na UTI em estado grave, e eu estou desanimada.
Um bj e feliz dia do amigo \o/

Anne Lieri disse...

Olha, eu tb fico borocoxó com céu cinzento...rss...e adorei a sua postagem sobre os cabelos! Uma dica muito util! Bjs e boa semaninha,

✿ chica disse...

Tetê, o cinza deixa a todos borocoxô e se demora mais de um dia então, credo!rs Obrigadão por participar e adorei a parte dos cabelos também.Importante gesto! bjs praianos,chica

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Amei a suas participações,Tetê
Chuva, frio e céu cinzento deixam qualquer um borocoxô...rs
Achei ótimas as dicas sobre o cabelo.
Tenha uma semana bem coloridinha, viu?
Beijinhos de
Verena e Bichinhos

Anete disse...

Tetê, um post bem elaborado e importante!
Realmente, dia sem sol fica melancólico...

Você é uma nova amiga e muito querida! O meu abraço amigo...

Alfa & Ômega disse...

Tetê, apaixonei-me por sua postagem, reforçando as informações sobre ajudar a quem precisa. Eu vivo esse problema com minha amiga de igreja que no momento está sem os cabelos. Ela não usa perucas, mas alguém doou para ela!Quanto ao borocoxô, duvido vê-la atacada por um! Beijinhos!

Pequeno Príncipe disse...

Tetê, muito legal a sua participação!Linda essa doação de cabelos! Dias cinzentos ficamos borocoxô mesmo!
Ainda dia do amigo,feliz dia!
beijinhos Pedrinho

lia disse...

Oi Tete, sem borocoxõ nossa semana será de muita curtição da vida. E penteada ou despenteada, seremos nós as desfilantes...
Afagos no coração.

Bell disse...

Linda participação!
Eu acho linda essa atitude de doar os cabelos.

bjokas =)

Toninho disse...

Uma participação maravilhosas Tetê.Diria rica de informação e generosidade.
Nada de ficar Borocoxô, uma linda semana a voce.
Um abração com carinho.

Carlos Hamilton disse...

Como sempre, Tetê dando um show de participação.

Abraços

Clau disse...

Oi Tetê :)
saudades \o/
estou passando pra desejar uma boa noite!
Bjs

Lucinha disse...

Tetê,

Eu não posso ficar borocoxô por conta dos dias cinzas. rs Se eu ficar, estou ferrada, pois tá difícil do céu ficar azul nesse Inverno, por aqui.

Muito linda a sua participação com o tema "cabelo". Que muitos sintam-se motivados a fazer esse tipo de doação.

E, pensar que o meu foi pro lixo, devido um erro da cabeleireira. Cura-me Senhor! rs Ainda bem que está crescendo.

Um lindo dia! Beijos

Luma Rosa disse...

Oi, Tetê!
Eu mesma já fiz uma doação há três anos para o Rapunzel Solidária que eu conheci primeiro que o projeto do Laço Rosa.
Muito bacana esses projetos. Noutro dia, vi uma turma de meninas se movimentando para também doarem. Não podemos curar as pessoas que precisam, mas podemos alegrar!
Beijus,