quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Mais uma vez é Natal!

E, enquanto esperava o Natal...

No sábado (21) teve o aniversário de 80 anos de uma colega de hidroginástica. FESTÃO! Eu já previa, pois conheço a casa de festas onde se realizou e o buffet. Mô ficou com preguiça de ir, levei minha irmã no lugar dele! É claro que ele se arrependeu! Perdeu!
No domingo (22), meu irmão chegou de Lumiar pra passar o Natal conosco. Ele trouxe o cachorro dele (um filhote de Fox Paulistinha - Pajé). Quando ele disse que traria o cachorro ficamos preocupados com a She-ra (nossa Basset), como seria a aceitação dela. Mas, quem foi contrária à presença do Pajé foi a Free-da (nossa mestiça) que já foi avançando nele de cara! Tivemos que prendê-la no canil... eu morro de pena, mas fazer o que? À noite Pajé ficava preso no banheiro dos fundos e a Free-da solta no quintal.
Na segunda (23), fui ao centro da cidade para comprar algumas coisas que foram esquecidas nas compras finais para o Natal. Sempre fica alguma coisa esquecida, né? Mas fui cedo e mesmo assim ainda peguei uma fila quilométrica na Leader! Ó Deus! Quando estava voltando pra casa às 11h+ou-, o movimento na cidade estava aumentando! Espero nem tão cedo precisar ir ao centro. 
Hoje, a She-ra e o Pajé começaram a se estranhar... ele querendo “brincar de papai e mamãe” com ela, ela castrada não quer saber dessa brincadeira! De vez em quando no quintal saía um “chega pra lá”! À tarde, o “pestinha” quase entrou no forno! Minha mãe preparando o quindim para a ceia, quando abriu o forno, ele saiu ela não sabe de onde e quase pula dentro do forno aceso e quente! 

E chegou o Natal! E do jeitinho que eu gosto: sem estardalhaço, sem reboliço, sem estresse! Noite feliz, em família, recordações de outros natais! Dia 25, o almoço, também em família e à noite a missa de Natal com lindos cânticos e homilia diferenciada. Voltamos pra casa com a alma lavada!

E hoje chegou minha sobrinha afilhada para fechar o ano conosco. Meu irmão (pai dela) esperou que ela chegasse e, como ainda trabalha, voltou para Lumiar. Com o calor que anda fazendo (um calor abafado que nem o vento tem dado conta) ele já tinha pensado em voltar para os ares serranos, mas não teria outra oportunidade este ano de ver a filha. Interessante foi na hora de colocar o Pajé na caixa transporte. Ele entrou bem feliz, mas quando percebeu que entrou no carro, começou a chorar e a She-ra queria entrar no carro também! Ela ficou no portão chorando um bom tempo... Parece que temos uma história de amor! Enquanto She-ra chorava, Free-da, liberta do canil, corria pelo quintal e pulava, festejando sua liberdade! Ainda a pouco, fui recolher a roupa do varal e estavam as duas deitadas na varanda, cara com cara! Acho que nem me viram...

Mais uma vez é Natal! Mais uma vez contemplamos este fato que mudou toda a história da humanidade; mais uma vez recordamos aquela menina que aceitou ser Mãe de Deus; mais uma vez meditamos o carinho com que a Mãe envolveu o Filho em panos para aquecê-lo naquela noite fria.
Porém, nos dias atuais, diferente daquela menina que aceitou se Mãe de Deus, deparamo-nos com mães que sacrificam seus filhos antes mesmo de nascerem; ao recordarmos aquela Mãe que envolveu seu Filho em panos, deparamo-nos com mães que envolvem seus filhos recém-natos em sacos plásticos e os jogam em rios poluídos e lixeiras.


Mais uma vez é Natal! Pena que a beleza do Natal seja ofuscada pelo egoísmo cultivado nos corações dos seres humanos!
Dra. Ely Barreto

www.psicologiaonline.webs.com

FUI!

3 comentários:

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida Tetê
Vc teve vida agitada nestes últimos dias... que bom!!!
Mas deve descansar um pouco agora... para aliviar possível esgotamento...
Tudo de bom e seja abençoada e feliz!!!
Bjm festivo de paz e bem

Imaculada disse...

Tetê querida!
Legal seu relato do Natal.
Todas nós corremos um pouco e saímos do nosso ritmo, mas no final acontece do jeitinho que gostamos.

Bonito e reflexivo esse pequeno texto da Dra Ely...Que Deus possa tocar o coração de todos os seres humanos com seu amor libertando-os do egoísmo que aprisiona.
Um abraço carinhoso e Feliz Ano Novo pra ti e os seus.

✿ chica disse...

Gostei de ler sobre teu Natal! Agora, quase novo ano! tuuuuuuuuuuuuuuudo de bom nele! beijos,chica( daqui do calorão)